Pesquisa personalizada

sábado, 4 de outubro de 2008

Como funciona um Pára-Raio

Todo mundo pensa que um pára-raio serve para atrair o raio e descarregá-lo para a terra, mas para isso se chamaria, atrai-raio, ou então, descarrega-raio.
Por acaso você já viu um pára-raio, que depois de atingido, permanecesse inteiro? Eles são descartáveis?
Então ai temos um problema...
Entendendo um pouco de raio
O raio é formado por eletricidade estática, a mesma que surge quando passamos a mão no cabelo, retiramos uma roupa rapidamente, etc, só que esse atrito acontece entre as partículas presentes dentro de uma nuvem. Partículas essas de gelo, etc.
Com uma grande carga acumulada, essa energia é descarregada para um ponto de menor potencial elétrico, através do ar ionizado. Quando enxergamos o raio é devido ao ar que se tornou um condutor, na casa de 3 mil volts por cm de distância entre as partes.
Quando dizem que o raio cai em pontos mais altos, em parte é verdade, porque uma carga negativa atrai uma positiva e com uma árvore bem alta isso será favorecido, o problema está na questão de cair.
Todo mundo sabe que são os elétrons que se movimentam e a terra onde habitamos está cheia de elétrons, quando uma grande diferença de potencial se aproxima, eles saltam em direção as nuvens e isso quer dizer que o raio sobe e não cai.
Voltando ao pára-raio
O pára-raio, é uma haste metálica, normalmente com algumas pontas, ligada por um condutor até a terra. Como a terra é um mar de elétrons vai fazer com que elétrons estejam presentes na ponta do pára-raio. Esses elétrons irão se recombinar com as cargas positivas que estão por sua vez presentes nas nuvens, neutralizando essa energia e com isso dissipando o raio.
Muito simples não?
Existem exceções, porque um raio é imprevisível, mas em geral o que ocorre é isso.
Espero que tenham gostado, deixem seus comentários...

25 comentários:

  1. interessante ;D
    blog legal
    vou add nos favoritos
    assim q tiver mais posts venho ler hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gostei da esplicação, eu tenho uma torre irradiante de emissora de radio de AM, ele fica toda isolada do terra, melhor a torre não é aterrada ela é toda antena, tem 108 metros de altura, na base da torre tenho 3 deflagadores, mais não é o suficiente para descarregar o que devo fazer para ter mais segurança o que devo fazer

      Excluir
    2. me esqueci de colocar o meu e-mail radio.atlantica@hotmail.com

      Excluir
  2. Muito bom que vc deixou seu comentário. Estou pensando em abordar assuntos como, sensação térmica e o funcionamento de um bafômentro, logo mais estará no blog

    ResponderExcluir
  3. Ótimo tema.Ótima explicação.Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Existem seis tipos diferentes de raios:
    Nuvem - Nuvem;
    Nuvem - Ar;
    Dentro da propria nuvem;
    Da nuvem para cima (camadas altas da atmosfera);
    Nuvem - Terra;
    Terra - Nuvem.
    90% dos raios acontecem dentro da própria nuvem , que por estar carregada positivamente atrai eletrons pra sua camada. Quando estes penetram, dá-se o fenômeno.
    Apenas 4% são dos tipos Terra-Nuvem e Nuvem-Terra. E mesmo neste último o raio sobe por qua a massa dos protons é positiva e desta forma, estática.
    A atração de uma nuvem pela terra é diretamente proporcional a sua carga de protons e quão mais próxima mais possibilidades há de surtir um curto-circuito, o raio. Uma analogia válida seria como jogar álcool no fogo.

    Curiosidade : Quer saber a que distância o raio está acontecendo? Basta contar os segundos após ver o seu clarão até ouvir o trovão, multiplique por 340(velocidade do som) e terá a distância.
    Se ouvir e ver os dois ao mesmo tempo, é melhor se proteger. Isso se você ainda estiver de pé.

    ResponderExcluir
  6. Welbert.
    Obrigado por seu comentário.
    Enriqueceu mais o meu post.

    Continue nos visitando.

    ResponderExcluir
  7. Welbert.
    Obrigado por seu comentário.
    Enriqueceu mais o meu post.

    Continue nos visitando.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite a todos !
    Ótimo blog com muito bons assuntos e com enriquecedora participação dos leitores.
    Parabéns e abraços a todos !
    Marcos

    ResponderExcluir
  9. Sou técnico em elétrica e o comentário acima é ótimo sobre os fenômeno da natureza chamado raio., parabéns..........

    ResponderExcluir
  10. Achei bem interessante essa modo informativo de abordar o assunto.
    Parabéns pelo blog,
    Dalinha

    ResponderExcluir
  11. Parabens ae kra pelo post =D

    Uma forma muito facil de se explicar sobre para-raios, ta de parabens *-*

    ResponderExcluir
  12. Adorei a explicação, mas o que acontece depois que o para-raio é atingido? Se nos proteje de chegar a nós é possivel por exemplo queimar aparelhos dentro de prédios????

    ResponderExcluir
  13. QUERO COLOCAR EM 1 SOBRADO É SEGURO,É NECESSÁRIO MODO DE FAZER?

    ResponderExcluir
  14. Que lixo. Isso seria um inibidor de raios e não um pára-raio.

    ResponderExcluir
  15. franciele neuronio6 de agosto de 2010 13:35

    Boa ideia, pois esse blogger, é muito prático ao menos cliquei e a resposta já estava na minha frente achei até melhor q o google.

    PERFEITO...

    de:Franciele

    ResponderExcluir
  16. Perfeito só,é xingamento...Fiz minha pesquisa sobre como funcionam os para raios e tirei nota 10! Franciele,e vc ainda compara esse Blog como o Google? Que deveria se chamar Googlixo?

    ResponderExcluir
  17. ,me ajudou bastante obrigado

    ResponderExcluir
  18. e ele acomete sim no mesmo lugar depende muito das circunstancias, e fazer um aterramento mal feito é mais perigoso do que não fazer, pois se esta energia não for descarregada de forma correta ela tem o chamado efeito retorno, ai, segura peão, se é que vai ter algum peão para segurar. rs! contrate um profissional, nunca faça sem habilidade e acompanhamento técnico. Tavares, Campo Grande MS, o lugar que mais incide raios no Brasil. rs!

    ResponderExcluir
  19. valeu kra esse blog é um máximo

    ResponderExcluir
  20. Obrigado e siga o blog para acompanhar os novos posts.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget